Ficha Técnica da Ducati Panigale V4 S

Ao se deparar com a Ficha Técnica da Ducati Panigale V4 S é possível perceber que trata-se de uma moto baseada na ciência da velocidade.

A versão 2020 da Panigale V4 S elevou seu desempenho ao passar por uma série de aprimoramentos a fim de facilitar sua pilotagem.

Com base nos feedbacks recebidos de clientes de todo o mundo e de eventos do Campeonato Mundial de Superbike, os engenheiros da Ducati trabalharam em alterações aerodinâmicas, de chassi, de controle eletrônico e de mapeamento Ride by Wire que tornaram o modelo mais rápido e fácil de pilotar

A Panigale V4 S ainda vem com controle eletrônico baseado em eventos da Öhlins, utilizando o sistema Öhlins Smart EC (controle eletrônico) de segunda geração que explora todo o potencial do IMU 6D.

Confira a Ficha Técnica da Ducati Panigale V4 S e eleve o quesito desempenho a outro patamar.

Infográfico - Ficha Técnica da Ducati Panigale V4 S

Design e aerodinâmica da Panigale V4 S

O novo pacote aerodinâmico Panigale V4 S 2020 oferece:

  • Bolha de acrílico mais alta e carenagens laterais maiores
  • Aberturas laterais mais eficientes para o ar do radiador
  • Aerofólios (asas)

Conta com nova bolha Plexiglas, que trabalha em conjunto com uma nova carenagem do bico, mais alta e mais larga (+15 mm de cada lado). As carenagens laterais também foram alargadas (+38 mm em cada lado) e os aerofólios feitos de termoplástico reforçado com fibra de vidro.

 

Motor da Panigale V4 S

Motor: V4 90° equipado com o Desmosedici Stradale, de 1.103 cm3 (inclinado 42° para trás na horizontal).

Cilindradas: 1.103 cc

Potência: 217 cv a 13.000 rpm

Torque: 12,6 Ngm (@10.000 rpm)

Sistema desmodrômico: para ao acionamento das válvulas de admissão e escape, sem o uso de molas.

Virabrequim contra-rotativo: girando na posição contrária às rodas.

Ignição “Twin Pulse”: os dois cilindros do lado esquerdo disparam juntos, assim como os dois do lado direito.

 

*Na ficha técnica da Ducati Panigale V4 S, os valores de potência / torque indicados são medidos usando um dinamômetro do motor seguindo o regulamento de homologação e correspondem aos dados homologados, conforme citado no Documento de Registro da Motocicleta.

Motor - Ficha Técnica da Ducati Panigale V4 S

 

Transmissão

Caixa de velocidade: 6 velocidades

 

Chassis e ergonomia da Panigale V4 S

Quadro dianteiro: é o mesmo que o da Panigale V4 R, seguindo as especificações de meta de rigidez da Ducati Corse.

Chassi: mais flexível, com subestrutura leve de magnésio frontal e subestrutura da sede de alumínio fundido com casca (presa à estrutura frontal na parte superior e aparafusada aos cabeçotes do banco traseiro de cilindros.

Baricentro mais alto e maior ângulo de tração da corrente: com inclinação de 24,5 ° e uma trilha de 100 mm, a geometria da direção permanece inalterada.

Suspensão e amortecedor: sistema Öhlins Smart EC 2.0 de segunda geração, com novo OBTi (Objective Based Tuning Interface), garfo Öhlins NIX-30 e amortecedor traseiro Öhlins TTX36

Suspensão dianteira: Öhlins NIX 30 Ajustável 43mm

Suspensão traseira: Öhlins TTX36 com sistema Smart EC 2.0

Rodas: liga de alumínio forjada de 3 raios

Pneu dianteiro: Pirelli Diablo™ Supercorsa SP 120/70 ZR17

Pneu traseiro: Pirelli Diablo™ Supercorsa SP 200/60 ZR 17

Sistema de travagem com pinças monobloco Brembo Stylema®: desenvolvida com as pinças M50

Chassis - Ficha Técnica da Ducati Panigale V4 S

 

Eletrônica da Panigale V4 S

Controles eletrônicos de última geração:

  • ABS Cornering EVO
  • Ducati Traction Control (DTC) EVO 2
  • Ducati Slide Control (DSC)
  • Ducati Wheelie Control (DWC) EVO
  • Ducati Power Launch (DPL)
  • Ducati Quick Shift up/down (DQS) EVO 2
  • Engine Brake Control (EBC) EVO
  • Ducati Eletronic Suspension (DES) EVO

 

Estratégias dos Modos de Pilotagem Ducati: três estilos de pilotagem diferentes predefinidos para desempenho possa ser adaptado ao motociclista, à pista e às condições climáticas. São eles:

  • Corrida: para pilotos experientes que desejam usar todo o potencial da moto em pistas de alta aderência
  • Sport: permitem que pilotos menos experientes desfrutem de um manuseio eficaz e espetacular
  • Urbano: apresenta uma configuração de suspensão adequada para estradas irregulares ou sem deformidades

O piloto pode personalizar os parâmetros de acordo com seu estilo de pilotagem ou restaurar as configurações de fábrica da Ducati. 

 

Instrumentação TFT de última geração: tela brilhante de alta definição (186,59 PPI – 800xRGBx480). Além do menu clássico, apresenta outro menu no canto inferior direito, que pode executar duas funções: exibição / indicação de parâmetros alinhados ao modo de pilotagem definido ou modificação rápida dos parâmetros DTC, DWC, EBC e DSC. 

Os indicadores são do tipo ‘desligamento automático’, que acionam automaticamente após a conclusão da curva ou, se um indicador for acionado acidentalmente, desligam-se depois que a motocicleta estiver em linha reta por uma certa distância (de 200 a 2000 metros, dependendo da velocidade da motocicleta quando o indicador foi ligado).

 

Pesos e medidas

Peso seco: 174 kg

Altura do banco: 830 mm

Distância entre eixos: 1.469 mm

Capacidade do tanque de combustível: 16 l

 

Consumo

Consumo médio: 14.5 km/l

 

Para peças originais Ducati, visite nossa loja oficial.

Gostaria de obter alguma informação mais específica que não tenha encontrado na Ficha Técnica da Ducati Panigale V4 S? Deixe seu comentário, será uma satisfação para nós poder ajudar!.

E acompanhe nossos artigos no Blog da Ducati Campinas!

Assine nossa Newsletter

0 0 vote
Article Rating
Compartilhar: