Roubo de moto: como garantir a segurança de sua Ducati

Você sabe como proteger sua Ducati contra roubo de moto?

Ao longo dos últimos anos, houve um aumento considerável da circulação de motocicletas no Brasil. E com esse aumento, também cresce exponencialmente o número de furtos e roubos desse tipo de veículo, o que preocupa – e com razão – a muitos proprietários, em especial nas grandes cidades e regiões metropolitanas.

No entanto, existem algumas formas de se prevenir quanto à possibilidade de sofrer um roubo ou mesmo de minimizar os danos no caso de uma eventualidade como essa. Selecionamos sete dicas para ajudá-lo a garantir a segurança de sua Ducati contra roubo de moto.

 

Atenção ao estacionar

Uma das recomendações mais importantes para evitar o roubo de moto é a de ter cuidado ao estacionar. O ideal é sempre dar preferência a locais com movimentação ou iluminação. No caso de estar em alguma região que não conheça, a melhor ideia é buscar por estacionamentos, pois ainda que sejam um pouco mais caros, a segurança de não ter sua moto roubada certamente vale muito mais.

Contudo, como todo cuidado é pouco, mesmo que o local em que pretende estacionar sua moto aparente ser seguro, antes de parar, observe ao redor e, no caso de perceber alguém com atitudes suspeitas, siga adiante e escolha outro lugar, se possível informando a algum agente da lei a respeito do ocorrido. É importante redobrar esse tipo de atenção, especialmente em períodos noturnos.

 

Garagem segura

Nem sempre ter uma garagem para abrigar sua motocicleta é garantia total. Algumas garagens passam uma falsa sensação de segurança, quando, na verdade, permitem o acesso de várias pessoas. É bom ficar duplamente atento a garagens de prédios, por exemplo, nas quais nem sempre se tem o controle total de acesso aos portões, ou mesmo a certeza de que todos que acessam o ambiente são conhecidos e confiáveis.

Deixar passar esse tipo de “detalhe” pode custar bastante caro. Por esses motivos, é imprescindível manter os itens de proteção da moto sempre ativados e se lembrar de remover as chaves de ignição, ainda que vá se afastar do veículo por poucos minutos.

Mesmo que se tenha uma garagem só sua, é bom sempre garantir que o local possa ser mantido bem trancado. Além disso, é interessante deixar a moto posicionada preferencialmente em locais onde quem passa na rua não tenha tanta facilidade de enxergar, pois isso evita chamar a atenção de criminosos para o veículo estacionado.

 

Serviço de rastreamento veicular

Outra ideia que vem ganhando espaço é o serviço de rastreamento veicular. Via de regra, o proprietário contrata o rastreamento e a empresa responsável instala na motocicleta um equipamento que mostra a localização daquele veículo, 24 horas por dia, o que agiliza muito a recuperação em caso de roubo ou furto.

Há, inclusive, algumas modalidades mais modernas de rastreamento veicular que, além de bloquearem a moto de imediato em caso de comunicação de furto ou roubo, realizam o envio de viaturas policiais até o local onde a moto se encontra. Um detalhe interessante é que, apesar de os preços serem bastante variáveis e dependerem da quantidade de itens e tipos de proteção adicionados, essa modalidade ainda costuma ser mais barata que os seguros comuns.

 

Artigos Relacionados

 

Cuidado ao pilotar

Assim como os motoristas, todo motociclista aprende sobre direção defensiva, o que inclui desenvolver a habilidade de perceber com antecedência a possibilidade de ter problemas, e isso se aplica aos roubos. Assim, ao decidir sair de casa ou ao retornar próximo à motocicleta, antes de utilizá-la, dê uma boa olhada ao redor por precaução.

A ideia, especialmente nas ruas, é sempre manter a atenção. Assim, caso note algo suspeito, não vá em direção ao veículo nem demonstre que vai se aproximar – pois muitos criminosos ficam observando e aguardando suas vítimas – e, ao se aproximar de seu veículo diretamente, pode acabar fornecendo a eles a oportunidade perfeita de roubarem sua moto.

Outro momento em que é indispensável total atenção é nos semáforos ou locais em que a parada é obrigatória, pois esses costumam ser alguns dos pontos de abordagem e atuação de ladrões.

 

Prudência em relação ao trajeto e aos horários

Se você precisa passar por locais perigosos durante a noite ou fazer o mesmo trajeto várias vezes, triplique os cuidados, uma vez que essas duas situações são as campeãs de ocorrências de roubos. Se puder evitar frequentar esse tipo de lugar ou tiver chance de mudar o percurso, faça isso. Muitas vezes, alterar a rota é suficiente para confundir os bandidos ou, na melhor das hipóteses, diminuir consideravelmente as chances de roubo, pois ser previsível é uma ótima brecha para se tornar uma vítima.

Outros lugares que também costumam demandar atenção e, se possível, ser evitados, são os mais desertos, pois locais assim, em que há pouca circulação de pessoas, especialmente em determinados momentos do dia, costumam facilitar a ação de bandidos, pela diminuição da possibilidade de socorro ou ausência de testemunhas à volta.

 

Chaves na ignição só enquanto a moto estiver em funcionamento

Independentemente de situação, as chaves da moto só devem permanecer na ignição enquanto ela estiver sendo pilotada. Fora isso, deixar as chaves na ignição soa praticamente como um convite ao roubo da moto. Ainda que o veículo esteja em uma garagem fechada, aparentemente em segurança numa garagem coletiva ou no quintal de sua casa, apenas alguns segundos podem ser oportunidade suficiente para um roubo de moto.

E se dentro da garagem há perigo, o que dizer das ruas? O ditado de que “todo cuidado é pouco” é completamente válido. Ladrões costumam manter uma rotina de observação constante, logo, mesmo que o local pareça seguro não se deve facilitar a ação deles, deixando as chaves na ignição ou em qualquer outro local visível, como guidão ou retrovisor, por exemplo.

 

Bom seguro para moto

Apesar da despesa, vale sempre a pena avaliar com cuidado a possibilidade de contratar um bom seguro. Embora eles necessariamente não evitem que ocorra o roubo da moto, os seguros podem ser uma ótima opção para ajudar a recuperar seu veículo em caso de algum susto como esse.

Leia também o artigo Seguro para moto Ducati: como funciona?

Agora que já tem nas mãos informações sobre como prevenir o roubo de sua moto, basta colocar todos esses conhecimentos em prática para rodar com mais segurança.

E cabe ainda um último alerta: por maior que seja o valor de seu veículo, jamais superará o de sua vida. Em caso de assalto, jamais reaja e tente manter o maior nível de calma possível, pois qualquer bem material pode ser recuperado ou reconquistado posteriormente.

Ficou com alguma dúvida ou quer saber mais sobre como garantir a segurança de sua Ducati? Deixe seu comentário. Será um prazer poder ajudar!

Assine nossa newsletter

5 1 vote
Article Rating
Compartilhar: