Revisão da moto: por que esse é um cuidado fundamental para sua Ducati?

Todo ducatista apaixonado por sua Ducati sabe que as motocicletas fazem parte do cotidiano de grande parte dos brasileiros. Elas são usadas como meio de transporte, para trabalhar ou somente para os momentos de lazer.

Porém, como qualquer veículo, também precisam de manutenção para garantir maior segurança e evitar danos irreparáveis. Assim, a revisão da moto deve ser feita periodicamente. 

Como a manutenção preventiva faz com que os problemas sejam descobertos logo no começo, é possível reduzir o gasto com a oficina e ter maior tranquilidade durante o seu uso no dia a dia.

Confira por que a revisão da moto é um cuidado fundamental para sua Ducati.

 

A importância da inspeção

Checar os principais sistemas da moto, garante que você não seja pego de surpresa. Além disso, também evita quebras por descuido, como problemas ocasionados por lubrificantes envelhecidos ou desgaste da pastilha e também permite que você não corra riscos no trânsito.

Para fazer periodicamente a revisão da moto, é essencial seguir os prazos indicados pelo manual do proprietário, assim como estabelecer uma rotina de inspeção básica semanal. Para complementar, o ideal é contar com uma oficina que preste serviço mecânico de qualidade, com garantia e segurança, principalmente em casos de problemas mais sérios.

 

Benefícios de se fazer a revisão da moto periodicamente

A manutenção preventiva, à primeira vista, pode parecer um cuidado exagerado, contudo, é possível observar que existem algumas vantagens ao se fazer a revisão da moto. 

Segurança

Quando acompanhamos de perto um veículo, sempre verificando os seus sistemas, fica difícil encontrar problemas inesperados como situações de desgaste ou quebra.

Assim, é possível ter maior segurança e confiar na motocicleta mesmo em situações mais difíceis, como por exemplo, em uma tempestade. 

Durabilidade

Outro benefício é a durabilidade das peças da moto. A manutenção evita o desgaste antecipado dos componentes por inspecionar as condições de funcionamento ideais. Desta forma, o sistema não sofre esforço ou danos, pois trabalha dentro dos parâmetros originais.

Economia

Como resultado, o dono faz uma grande economia, já que as manutenções preventivas são mais econômicas do que as corretivas.

Além disso, quando o motor está trabalhando em pleno funcionamento gasta menos combustível e polui menos. Até mesmo os gastos com freios e pneus podem ser reduzidos.

 

Artigos Relacionados

 

Como fazer a análise

Para manter o funcionamento em dia, é essencial combinar o cuidado regular do proprietário com o apoio de uma oficina de confiança. Aproveite para acompanhar o trabalho do mecânico e aprender como cada peça funciona. Apesar de ser rápida, a revisão periódica contempla todos os sistemas.

Motor e câmbio

Primeiro é necessário manter todo o conjunto limpo, assim é mais fácil identificar algum vazamento de combustível, fluido hidráulico ou óleo.

De preferência, evite fazer a limpeza com água ou químicos mais fortes e utilize produtos em spray, que retiram a sujeira com rapidez sem danificar nenhum componente.

Depois, confira o estado de peças como vela, cachimbo e cada cabo e inspecione os filtros de ar e combustível.

Atente-se para o prazo do lubrificante. Caso a moto tenha radiador, verifique o líquido de arrefecimento, e se for preciso, complete com aditivo e água destilada na proporção indicada pelo manual.

Relação

Em sua maioria, as motos apresentam o conjunto de pinhão, coroa e corrente. A limpeza e lubrificação podem ser feitas com kits próprios para essa função.

Nos modelos com eixo cardan, confira o nível do lubrificante seguindo as orientações do fabricante e atente-se para o surgimento de vazamentos.

Independentemente do sistema (seja ele cardan ou corrente) o funcionamento é sempre suave. Caso haja estalos ou trancos, esse é um indicativo de que algo está errado, por isso procure o quanto antes uma oficina.

Cabos

Em motos mais simples, os cabos encontram-se por todos os lados, comandam acelerador, freios, embreagem e até mesmo o velocímetro. Então, verifique se todos os cabos movimentam-se livremente pelas capas e não possuem partes desfiadas.

Caso encontre algum problema, troque-os, por prevenção.

Pneus

Os pneus são itens essenciais para conforto e segurança. Durante a revisão, verifique o desgaste das bandas de rodagem e confira se não há bolhas ou outro dano em suas laterais. Faça também a calibragem semanalmente, com a pressão indicada pelo fabricante.

Freios

Em sistemas a disco, é possível avaliar de maneira fácil se as pastilhas estão em bom estado. 

Quando estão muito finas, o ideal é procurar um mecânico para fazer a troca preventiva. Já nos tambores, é preciso fazer uma revisão anual ou a cada 15 mil quilômetros rodados. 

Caso o acionamento seja hidráulico, confira o nível do fluido e atente-se para o surgimento de vazamentos. É necessário fazer a troca total na oficina de acordo com os prazos indicados pelo fabricante. Lembre-se de que um dos principais motivos de acidentes com motos é o mau funcionamento dos freios.

Suspensões

Busque sinais de problemas nos amortecedores traseiros, como buchas quebradas ou vazamentos.

Na parte dianteira, verifique o nível do fluido hidráulico presente nas bengalas e confira se a vedação dos retentores está boa. Depois, considere se não há ruídos, folgas ou pancadas secas ao movimentar todo o conjunto.

Elétrica

Por fim, teste todos os componentes do sistema elétrico, tais como: buzina, lanterna traseira, setas e farol.

São peças fáceis de consertar e quando não estão em ordem podem gerar multa.Tenha atenção com o estado da bateria também e busque um profissional especializado se notar sinais de falha.

Quando a revisão frequente faz parte da rotina, é possível fazer todo o trabalho em pouco tempo. Esse cuidado faz a diferença, pois garante uma pilotagem mais segura e tranquila. Além disso, também reduz os gastos com a manutenção e permite que você tenha maior conhecimento do problema para informar ao mecânico caso seja necessário.

 

Assine nossa Newsletter

 

Revisão e manutenção na Ducati Campinas

Quando o assunto é manutenção periódica, é importante destacar que a Ducati conta com um plano de manutenção programada e cada modelo possui um plano de revisão específico, que contempla uma série de intervenções, substituições e atualizações de software. Por isso, é fundamental que o ducatista realize a revisão da moto na concessionária Ducati, para garantir que sua macchina esteja sempre atualizada.

Os profissionais que atuam na Oficina Ducati Autorizada  são especializados e treinados pela própria fábrica a fim de manterem o mais alto nível de qualidade e conhecimento técnico.

Para solicitar a revisão da moto na Ducati Campinas, basta preencher o formulário de Agendamento de Revisão e Manutenção.

Ficou com alguma dúvida ou quer saber mais sobre o assunto? Deixe seu comentário. Será um prazer ajudar!

 

0 0 vote
Article Rating
Compartilhar: