Correntes de moto: saiba quais são os 4 cuidados fundamentais

Você sabe quais são os cuidados fundamentais com as correntes de moto?

Que as motos nos possibilitam ir a lugares onde nenhum  outro veículo consegue ir, todos já sabemos. Mas ter uma moto vai muito além de usufruir dessa vantagem.

Uma motocicleta pode ser uma companheira de viagens, mas demanda também alguns cuidados de manutenção, sem os quais perde boa parte de sua vida útil.

 

Quais cuidados devem ser tomados com as correntes de moto?

Se já é imprescindível estar atento ao nível do óleo, à qualidade do combustível e às peças de reposição, a tarefa de fazer as verificações e cuidados rotineiros também envolve cuidar da corrente de transmissão. Ela é uma das principais responsáveis pela movimentação da moto, pois transmite o giro do motor para a roda traseira.

Os principais cuidados com a corrente da motocicleta envolvem:

1. Limpar

O primeiro cuidado a ser tomado é a limpeza, que deve ser feita sempre conforme recomendado no manual do veículo. Além disso, pode ser realizada quando houver contato com água em excesso, lama ou mesmo areia.

O ideal é usar desengordurantes próprios aplicados na corrente com uma escovinha. É preciso ainda evitar o uso de solventes e verificar a possível presença de algum resíduo de óleo ou sujeira.

 

2. Lubrificar

Mas não basta simplesmente limpar. Para um melhor desempenho, é preciso lubrificar a corrente após cada limpeza, pois o detergente utilizado remove inclusive o lubrificante. Para saber qual o melhor lubrificante ou mesmo como efetuar esse processo, pode-se consultar o manual da motocicleta.

Quanto ao intervalo adequado entre uma lubrificação e outra, deve-se levar em consideração também o aspecto da corrente, que pode ser facilmente verificado a olho nu e, caso esteja muito seco, isso deve ser corrigido a tempo.

 

3. Ajustar

O próximo passo é o ajuste, que deve ser preciso, não permitindo que a corrente fique justa ou folgada demais.

Os padrões desse ajuste também podem ser encontrados nos manuais dos fabricantes, que costumam indicar a tensão adequada, a frequência e a melhor forma de regulagem.

 

4. Trocar correntes de moto

As correntes precisam ser trocadas conforme o desgaste do kit relação, que varia bastante de acordo com o modo de uso e os cuidados de manutenção que recebe.

Usualmente, a recomendação é trocar as correntes a partir dos 20 mil quilômetros, mas novamente o recurso visual ajuda muito, pois caso seja notada alguma mudança brusca de aspecto ou funcionamento, é bom levar a motocicleta para fazer uma visita ao seu mecânico de confiança.

 

Artigos Relacionados

 

Quais aspectos considerar para comprar a corrente adequada?

É muito importante procurar por ajuda especializada para comprar a corrente adequada, pois cada modelo de motocicleta tem suas especificações.

É preciso levar em conta desde o tamanho e a quantidade de dentes da corrente, até a qualidade do material de que ela é feita. Cabe observar inclusive se não há necessidade de troca da roda dentada, pois o desgaste dela costuma ser similar ao da corrente. Por isso é necessário procurar por serviços especializados.

Via de regra, correntes de moto demandam muito mais cuidados preventivos do que posteriores. Fazer os devidos ajustes e trocas quando necessário implica em trafegar de maneira infinitamente mais segura, e com a tranquilidade de não se envolver em acidentes, nem causar danos a outras pessoas, garantindo que sua moto seja apenas a fonte de liberdade e das melhores experiências e lembranças possíveis.

 

Correntes de moto Ducati

Os cuidados com a corrente de uma moto de alta cilindrada, como as Ducati, são os mesmos que os de outras motos do mercado. Elas também necessitam periodicamente de limpeza, lubrificação e ajuste. O ideal é que a cada 1.000 km seja feita uma verificação para constatar qualquer necessidade de manutenção. Entretanto, para um melhor resultado na lubrificação, profissionais da área recomendam o uso de um lubrificante especial para corrente (nossa dica é o Motul C4), já que este possui um fixador que não o deixa se desprender ao rodar, além de não acumular resíduos.

E para evitar qualquer problema que a moto possa vir a apresentar, o ideal é procurar por nossa oficina especializada.

 

Ficou com alguma dúvida sobre correntes de moto ou quer saber este ou qualquer outro assunto? Deixe seu comentário. Será uma satisfação para nós poder ajudar!

Assine nossa Newsletter

0 0 vote
Article Rating
Compartilhar: